117. Paz, Paz, Quão Doce Paz!

03:52
12.9.12.9.:6.9.12.9. - Wonderful Peace

1.Quando a paz do Senhor enche o coração,
Se infunde e nos faz desfrutar
Uma calma infinita, que só poderão
Os amados de Deus, sim, gozar!

Paz, paz, quão doce paz!
É aquela, Senhor, que nos dás,
Quando em vero prazer nos infundes o ser,
Com Tuas ondas de amor celestial.

2.Que tesouro nós temos e paz sem igual,
Quando nós Te deixamos mostrar,
Que seguros estamos, já livres do mal,
E podemos em Ti descansar.

Paz, paz, quão doce paz!
É aquela, Senhor, que nos dás,
Quando em vero prazer nos infundes o ser,
Com Tuas ondas de amor celestial.

3.Esta paz inefável a nos consolar,
Quando olhamos pra Ti, ó Jesus!
Pois sabemos que nada irá abalar,
Esta paz que compraste na cruz.

Paz, paz, quão doce paz!
É aquela, Senhor, que nos dás,
Quando em vero prazer nos infundes o ser,
Com Tuas ondas de amor celestial.

4.Quão sublime momento iremos gozar,
Quando o Teu rosto nós formos ver!
E um hino mais doce iremos cantar
No Teu lar, onde vamos viver.

Paz, paz, quão doce paz!
É aquela, Senhor, que nos dás,
Quando em vero prazer nos infundes o ser,
Com Tuas ondas de amor celestial.